O processo de solicicação de visto para os Estados Unidos já foi muito temidos por nós, brasileiros. Em uma época em que o país “mais poderoso” do mundo dificultava de todas as formas possíveis o ingresso de imigrantes no seu território era quase raro encontrar pessoas que tinham conseguido um visto americano.

Mas felizmente isso está mudando, a economia americana, percebendo o poder de compra dos brasileiros em seu país, juntamente com a política está assinando acordos que já estão facilitando a nossa entrada nos Estados Unidos. E melhor, estamos caminhando para uma possível dispensa total de vistos!

Bom, mas enquanto isso ainda não é possível, mesmo com as facilidades atuais de se conseguir um visto americano precisamos saber quais procedimentos devemos tomar para solicitar o documento. Nesta seção tentarei esclarecer ao máximo esses procedimentos e também adicionarei dicas provenientes da minha experiência própria ao retirar meu visto para os Estados Unidos.

Visto de imigrante x Visto de não imigrante

A primeira dúvida pode surgir ao encontrar essas duas definições diferentes para um visto americano. Vou tentar esclarecer aqui qual a diferença entre ambos:

  • Visto de imigrante: destinado a pessoas que desejam entrar nos Estados Unidos para residir permanentemente
  • Visto de não imigrante: destinado a cidadãos de outros países que estejam indo para os EUA temporariamente, seja a turismo, negócios ou estudos

Nosso blog está focado em esclarecer aos visitantes como solicitar um visto de não imigrante, ou seja, para aqueles que estiverem indo viajarem a passeio ou a trabalho/estudos.

Tipos de Visto

Outra dúvida que pode surgir ao solicitar um visto norte-americano é saber em qual tipo de visto você se enquadra. Quando fui tirar meu visto eu me vi perdida entre a variedade de vistos A, B, H, etc. e eu demorei a diferenciá-los. O quadro abaixo apresenta todos os tipos existentes e uma breve explicação para cada um, ao todo são 18:

Tipos de Vistos Norte-Americanos (Clique para Ampliar)

Vale lembrar que para cada tipo de visto haverá uma taxa para pagamento diferente.

Como solicitar um visto de não imigrante?

– Etapa 1:

A primeira etapa do processo de solicitação do visto consiste no preenchimento do formulário eletrônico disponível no link: https://ceac.state.gov/genniv/. Aí vão algumas dicas do Passo a Passo para preencher o formulário:

  • O formulário está em inglês, se você não fala inglês esteja com um tradutor aberto para te auxiliar
  • Antes de começar a preencher certifique-se que TODOS seus documentos estão próximos a você
  • Eles podem solicitar que você indique o local que ficará quando viajar, provavelmente você não terá decidido sobre isso ainda. Não importa, encontre o site de um hotel existente no país e informa o nome, endereço e telefone para contato com o hotel. Isso contará para que eles não achem que você está indo sem saber onde vai ficar
  • Escreva respostas completas e consistentes. Qualquer erro, até mesmo de ortografia, poderá fazer com que sua entrevista seja reagendada
  • Salve seu formulário quantas vezes possíveis, assim você poderá retornar do estado onde parou caso precise fechar o site
  • Antes de emitir o comprovante de preenchimento o site irá te solicitar uma foto sua, a imagem deverá ter até 20kb e estar em formato JPEG
  • Tente não demorar muito para preencher o formulário, sua sessão expira em 20 minutos e se você não tiver salvado seu formulário terá de começar tudo de novo

Nesse formulário que você também indicará onde pretende agendar sua entrevista (Brasília, Recife, Rio de Janeiro ou São Paulo). Portanto esteja certo de onde você pretende fazer sua entrevista, uma vez selecionado um local diferente no formulário do local onde você agendou de fato você terá de preencher um novo formulário.

– Etapa 2:

Pague a taxa de solicitação do visto. Visite o site http://usvisa-info.com/pt-BR/selfservice/us_fee_payment_options para obter informações atualizadas do valor da taxa para cada tipo de visto. O valor deve ser pago à vista.

– Etapa 3:

Agende sua visita no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), disponível em 5 cidades brasileiras (Brasília, São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Belo Horizonte). Acesse http://usvisa-info.com/pt-br/selfservice/us_asc_information para saber o endereço do CASV que você escolheu para seu agendamento.

Para agendar sua entrevista você precisará ter em mãos a página de confirmação do formulário (com código de barras), recibo do pagamento da taxa de solicitação e passaporte do solicitante.

OBS.: Apesar de haver um CASV em Belo Horizonte, a entrevista ainda continua sendo fora de Minas Gerais, o Centro de Atendimento da cidade funciona apenas como uma forma de agilizar o processo de solicitação do visto.

O dia da entrevista

Acredito que todos que solicitam o visto americano temam por esse dia, afinal nele você saberá se poderá viajar para os Estados Unidos ou se todas as taxas pagas (que não são tão baratas) foram inúteis! Dependendo do consulado que você escolheu a fila que enfrentará até o momento da entrevista será enorme, portanto vá com paciência para esperar no mínimo 3 horas em pé.

Fila do Consulado do Rio de Janeiro

Minha entrevista foi realizada no Consulado do Rio de Janeiro, cheguei à fila as 07h30min da manhã e só saí de lá por volta das 11. A fila contornava o quarteirão do consulado e os oficiais que ficam na porta para auxiliar o processo são grossos e sem a mínima paciência para esclarecer suas dúvias. Na entrada do prédio eles conferem os documentos necessários para sua entrada, são eles:

  • Página de confirmação do preenchimento online do formulário
  • Passaporte válido
  • Comprovante da taxa de pagamento de solicitação do visto

Mas esses são apenas os documentos BÁSICOS para sua entrevista, se você quer diminuir a chance de um visto negado atente-se para as seguintes dicas:

  • Reúna todos os documentos que comprovem vínculos com o Brasil (universidade, emprego estável, empresas, documentos de posse de imóveis, etc.)
  • Extratos bancários e contracheques atualizados podem ser úteis para comprovar que você possui uma renda estável no país
  • Declaração de imposto de renda recente
  • Se sua viagem será paga por um terceiro, leve uma “Carta custeio” escrita por esse.

É claro que levar todos os documentos acima não é certeza que você terá seu visto aceito. É apenas uma tentativa de mostrar que você não tem motivos para deixar o Brasil e ir tentar a vida nos Estados Unidos.

Já dentro do prédio do consulado passei por uma revista, era proibida a entrada com celulares e equipamentos eletrônicos. Peguei uma senha e permaneci em um saguão com quase uma centena de pessoas por pelo menos 2 horas. Ao chamar minha senha fui transferida para uma sala menor, onde havia cabines em que você era entrevistado. Quando chamaram nosso sobrenome (estava indo com meus irmãos) nos dirigimos a uma dessas cabines e fomos entrevistados por uma moça que falava mais ou menos o português (os oficiais que fazem as entrevistas são todos americanos). Vou colocar um pequeno trecho da entrevista:

ATENDENTE: Por que quer ir aos Estados Unidos?
EU: Apenas para passeio e compras.
ATENDENTE: Para onde pretende ir?
EU: Nova Iorque.
ATENDENTE: O que fazem da vida? (se referindo a mim e aos meus irmãos)
EU: Faço faculdade.
ATENDENTE: …(olha nossos passaportes e abre na folha com carimbos de outras viagens ao exterior)…
ATENDENTE: Ok, seu visto foi aceito.

Nesse momento eu não acreditei, pois já tinha lido tantos relatos com entrevistas enormes onde os atendentes perguntavam o quanto a pessoa ganhava e se ela tinha parentes no exterior. A entrevista durou 5 minutos e nos transferimos para outra sala onde pediram nossas digitais e solicitaram que fizéssemos o pagamento da taxa de envio do visto pelo correio.

É difícil saber qual pergunta os entrevistadores farão, por isso é importante estar preparado para qualquer dúvida que ele tenha, munido de documentos que comprovem sua resposta. Mais uma dica do Passo a Passo, se possível faça uma viagem menor para o exterior e deixem que carimbem seu passaporte, geralmente isso prova para o consulado americano que você não é do tipo de viajante que decidirá por permanecer ilegalmente no país. No meu caso eu havia feito uma viagem para a Argentina cerca de 1 mês antes da entrevista, e posso afirmar que ajudou na aprovação do meu visto.

Um fato que pode dificultar ter seu visto negado é a presença de familiares morando nos Estados Unidos. Para eles isso pode ser um forte indício que você irá para ficar. Se você se enquadra nessa situação e tiver a sorte de ser questionado quando a esse fato, é melhor levar todo documento que comprove seu vínculo com o Brasil.

———————————————————–

Você pode se interessar: Outros vistos
Você pode se interessar: Passaporte