SIMULADOR FINANCEIROOrganize seus gastos de viagem com nosso simulador. É GRATUITO!

Vancouver: qualidade de vida entre as melhores do mundo!

English Bay beach vista do Sunset Beach Park.

O inverno canadense pode atingir temperatura entre -30ºC e -40ºC. Então, se você procura viajar durante o inverno canadense, que tal dar uma chance à Vancouver? A temperatura por lá durante o inverno gira em torno de 2ºC.

Situada na costa oeste canadense, a quase 5mil Km de distância de Toronto, Vancouver é uma das cidades canadenses mais quentes e, apesar de não ser capital da sua província, British Columbia,  é a maior cidade da costa oeste do Canadá.

A cidade se aquece em parte por conta da sua população jovem e animada que está sempre pronta para a balada à noite, não importa se chova! No entanto, durante o inverno as ruas ficam mais vazias e os moradores dão preferencia à esportes nas montanhas, como ski e snowboard.

A equipe do Passo a Passo para o Mundo foi conferir de perto e trás as informações e dicas sobre a cidade.

Esse post está dividido em cada região em Vancouver. Esperamos que assim seja mais fácil de você se localizar no metrô já que ele é dividido por áreas e se  for pedir informações na rua lembrará que o que procura está em Downtown e não em North Vancouver, por exemplo.

Vancouver map
Mapa das regiões em Vancouver. (Note que a parte norte, onde fica a Capilano Bridge não aparece no mapa)

Nossa primeira impressão sobre Vancouver foi ótima, apesar do friozinho leve que fazia.

Downtown Vancouver

Downtown foi a nossa primeira parada, pois é onde ficamos hospedados e onde estão a maioria dos hotéis, ou seja, a região onde se encontra a maioria dos turistas e também uma das mais agitadas.

West Downtown

        1. Stanley Park  (você não pode deixar de fazer)

  • Criado em 1888, com 4.000km2 de extensão, o Stanley Park é o lugar ideal para aquela corrida, passeio de bike ou patins, piquenique com a família ou os amigos. Historiadores afirmam que povos indígenas americanos habitavam no local e que, seus restos arqueológicos estão presentes no parque por mais de 3,000 anos. Por esse motivo você vai ver diversos totens de madeira ao redor do parque.
  • O parque tem zoológico, aquário e diversos monumentos.
  • Sugerimos que aluguem uma bicicleta ou um patins para conhecerem o parque todo.
Passeio de bike no Stanley Park.
Passeio de bike no Stanley Park.

         2. Aluguel de bike

  • Conhecemos o Stanley Park de bike e valeu muito a pena, além da facilidade de locomoção você ganha tempo para conhecer o parque todo (4.000km2) em um só dia.

Onde alugar?

  • Na West Georgia com Denman St foi onde alugamos a nossa bike. CUIDADO: não alugue na primeira loja que ver, elas costumam ficar mais baratas se você sobe um pouco mais na Denman St. (Alugamos a nossa dois blocos para cima do cruzamento e achamos valores melhores)
  • Os valores estão em torno de CAD$15 e você pode ficar com a bike de 3 a 5h. Nós conhecemos grande parte do parque e tiramos bastante fotos e ficamos com a bike por 4h. Caso você deseja parar para fazer um piquenique sugerimos pagar a tarifa de 5 a 8h (~$20).
  • Se você estiver de bike ou patins, confira o mapa do parque antes para não deixar de ir num ponto desejado.

       3. English bay beach

  • É a praia mais famosa de Vancouver e seu endereço é : Beach Ave com Denman St. Caso o clima esteja agradável, você vai querer sentar e apreciar a vista. Você pode querer ver o pôr-do-dol do Sunset Beach Park, caminhe pela orla (Beach av) até a Burrard St e se surpreenda com a vista!
English Bay beach vista do Sunset Beach Park.
English Bay beach vista do Sunset Beach Park.

 

  • É na English Bay beach que se encontra a Praça das bandeiras e a Praça dos Bonecos de bronze (“Amazing Laughter”). Elas ficam bem juntinhas e você não vai passar mais de 30min nessas praças.
  • Caso tenha tempo, sente no Starbucks que tem logo ao lado da praça e curta a vista, aproveite para usar a internet que eles disponibilizam de graça. Ou, escolha um dos restaurantes mais requintados que ficam na Beach avenue e sente para apreciar a vista da baía.
  • Aos que gostam de sushi, na Denman street há várias opções com preços razoáveis. Você pode achar All-you-can-eat por valores bem atrativos como: CAD$15. Fomos no Tanpopo sushi mas infelizmente ele fechou logo depois. Aproveite pois o sushi em Vancouver nos pareceu como um dos mais frescos que já comemos.
  • Robson street: lá você encontra restaurantes de sushi um pouco mais caros e lojas como Zara, Salvatore Ferragamo, Aldo, Tommy Hilfiger, Gap.
Amazing Laughter - Escultura de Yue Minjun
Amazing Laughter – Escultura de Yue Minjun. Endereço: Beach av com Denman St
  • Gay Village: Isso mesmo, Vancouver é tão orgulhosa de ser uma cidade que respeita as diferenças que criou uma vizinhança gay. Depois de sair do Sunset Beach Park caminhe até lá (é a melhor forma de pegar um ônibus de volta para o centro de Downtown) e confira como tudo é personalizado, da faixa de pedestre com as cores do arco-íris que representam a bandeira LGBTQ até o ponto de ônibus cor-de-rosa. E não para por aí, além das casas noturnas animadas e restaurantes japonês, alemão, mexicano na vizinhança, você vai se deparar com pessoas se vestindo de modo extravagante sem nenhum medo de serem julgadas.

SAM_0886

North Downtown

  1. Vancouver Lookout Tower
  • 168,6m de altura.
  • De lá você terá uma vista privilegiada, para a English Bay e todo o norte da cidade.
  • Nossa dica: Se você vai a Toronto durante sua estadia no Canadá, visite a CN Tower ao invés da torre de Vancouver.
  • CAD$16 é o preço para subir na torre. Confira o preço para estudante no site deles.

(Veja o nosso roteiro de Toronto em: http://passoapassoparaomundo.com/citypass-toronto/ )

SAM_0897
Lions Gate vista da torre.
  • A 5min de distância caminhando do Lookout você pode pegar o ferry para sair da ilha e ir ao norte de Vancouver.

North Vancouver (Zona 2)

Você terá que pegar o ferry caso queira ir à: Capilano Bridge, Marine drive ou até mesmo se tiver tempo de visitar Whistler (uma cidade muito charmosa que não tivemos tempo de conhecer, com vários resorts e área verde para ser desbravada)

  1.  Capilano Suspension Bridge Park
  • O parque têm muito mais atração do que simplesmente a ponte Capilano, no entanto ela é o ponto turístico principal. E não é por menos. A ponte tem 140m de comprimento e está a 70m acima do rio.
  • A ponte foi construída em 1889 e sofreu poucos incidentes até hoje, um deles foi em 2006 quando uma árvore de 40toneladas caiu em cima de um dos lados da ponte. Ela foi reformada e reaberta pouco tempo depois.
  • Adulto: CAD$33. Estudantes têm desconto (CAD$28)
Capilano Bridge (photo: capbridge.com)
Capilano Bridge (photo: capbridge.com)

Great Vancouver (Zona 2)

  1. Kitslano Beach Park (você não pode deixar de fazer)
  • É a nossa área preferida em Vancouver.
  • Uma área mais calma, fora de downtown, mas muito charmosa.
  • Nos perdemos caminhando pela Cornwall Ave que, por sinal, tem vários restaurantes ainda mais charmosos e chamativos.
  • Por essa área você vê pessoas diferentes, vestidas de diversas formas, em uma mistura de elegância com estilo e cultura.
  • Resumindo, uma das nossas áreas favoritas em Vancouver e onde moraríamos caso pudéssemos simplesmente escolher um novo lar.
  • Como se não bastasse, há uma praia, pequena mas bem movimentada, onde os moradores da região trazem seus animais de estimação e crianças para passear.
  • Caminhe pelos morros leves e se surpreenda com as casas bem construídas.
Crianças soltando pipa em Kitslano Beach Park
Crianças soltando pipa em Kitslano Beach Park

2. Granville Island: para os amantes de cerveja caseira (você não pode deixar de fazer)

  • Termine a tarde com estilo numa ilha pequena que fica entre Downtown e Great Vancouver. Uma ilha construída debaixo da ponte Granville Bridge. Endereço: 1441 Cartwright Street, Vancouver, BC V6H 3R7
  • Escolhemos o Granville Island Brewery, como estávamos indecisos quanto à qual das diversas opções de cerveja escolheríamos, pedimos um appetizer de 10 sabores diferentes. Eles vêm em mini copos e têm um valor acessível.
  • Nessa ilha há diversos bares, experimente a Kokanee Beer produzida a partir de água de geleiras.
  • Dica: por ser uma área entre cruzamento de carros a área é um pouco abandonada até que você chegue na ilha. Se for sair tarde de lá, prefira um taxi do que esperar por um ônibus já que para pegar um ônibus você terá que andar para sair da ilha.
Entrada para a Grenville Island.
Entrada para a Grenville Island.

         3. Science World at TELUS World of Science

  • Criado em 1977, o museu de ciências conta com interações para toda a família. Apesar de gostarmos de ciências não visitamos esse museu devido à alguns comentários de que as exposições na época que fomos eram infantilizadas. Demos a chance para outros passeios.
  • Ticket para adulto: CAD$23
  • Endereço: 1455 Quebec Street, Vancouver, BC  V6A 3Z7
  • Visite o site deles: http://tickets.scienceworld.ca/Selection.aspx?sch=209449

Burnaby (Metrotown)

  1. Metropolis Mall (4700 Kingsway, Burnaby, BC V5H 4M1)

O shopping Metropolis Mall é o preferido dos moradores da região. Vários estudantes saem de cidades do interior de British Columbia para fazer compras na metrópole Vancouver. As principais marcas estão no Metropolis mall: Apple, Aeropostale, Aldo, Winners, American Eagle, Armani Exchange, Banana Republic, Victoria Secrets, etc.

Os preços são bons, na Winner você sempre encontra preços melhores para peças de marca. Sempre conferimos o que eles têm, tênis, produtos de casa, bonés a CAD$11.

Metrô

O metrô de Vancouver é um pouco complexo, mas nada impossível. Sky Train e o metrô são uma das principais formas de locomoção na cidade, ônibus também nos ajudou muito a nos movimentar dentro de Downtown por exemplo Siga algumas das nossas dicas:

Não há cobrador nem catracas no metrô de Vancouver.

É claro que há sempre os que não pagam, mas não considere estar entre um deles. Há policiais andando pelo metrô que podem te pedir o ticket validado a qualquer momento e, se você não tiver o ticket como comprovante você recebe uma multa alta.

Dicas:

  1. Como comentamos no início do post, Vancouver é dividida em zonas, e o mesmo serve para o metrô. Então para facilitar construímos esse roteiro em zonas.
  2. Para entender quais são as zonas dê uma olhada no site da Translink, empresa responsável pelo metrô. Clique aqui.
  3. Ao entrar na estação você deve pagar a tarifa em uma das máquinas automatizadas na entrada.
  4. Caso escolha o Single Ticket (ticket único), deverá validá-lo  em uma outra máquina antes de seguir destino. Olhe ao redor e você vai ver pessoas entrando e validando o ticket deles em uma máquina. Faça o mesmo.
  5. O mesmo serve para quando você entrar num ônibus, valide o seu ticket inserindo-o numa maquininha ao lado do motorista. Ele vai te ajudar caso você não consiga.
  6. Você saberá que seu ticket foi validado pois um número será impresso nele. Carregue o ticket com você até o destino final. Depois disso você deverá comprar outro ticket caso tenha escolhido o Single Ticket.
  7. Nós usamos o Day Pass, ticket que te dá acesso diário livre à todas as zonas por um preço razoável (CAD$10). O DayPass você escaneia e continua com ele pelo dia inteiro. Confira mais informações sobre o DayPass e outros passes no site deles: Clique aqui.
Máquina de validação à esquerda e máquina de venda à direita. (photo: actsofminortreason.blogspot.com)
Máquina de validação à esquerda e máquina de venda à direita. (photo: actsofminortreason.blogspot.com)

O Tempo Úmido

Nada mais justo que falar também da famosa chuva constante na cidade.

Se você viaja entre o período de Outubro a Abril se prepare para a chuva. Não que sua a viagem esteja arruinada! Mas simples dicas podem te ajudar a não passar raiva:

O que levar para Vancouver?

  1. Uma sombrinha boa e larga. Leve-a para todo lugar, o tempo muda de uma hora para outra e pode sair de um dia maravilhoso e ensolarado para uma chuva pesada em poucas horas. Você não vai querer ter que voltar no hotel para buscar seu aparato contra chuva.
  2. Uma mochila à prova d’água. Caso você não tenha uma mochila resistente à água, compre um spray que repele água e aplique na sua mochila e sapatos. (procure por Water Repellent Spray caso decida comprar durante a viagem)
  3. Leve opções de sapatos resistentes à agua e fechados.
  4. Leve pelo menos um casaco ou capa para chuva.
  5. Tome vitamina D caso passe várias semanas durante o inverno, já que o sol as vezes não te oferece a quantidade necessária. Você encontra na farmácia.

E o mais importante: SE DIVIRTA!

Sim, se divirta independente da chuva. Muitos leitores sempre nos perguntam:

“Será que vale a pena viajar para tal lugar durante o período de chuva? Mas e se chover mesmo não estando no período de chuva?”

Nossa resposta é sempre a mesma:

“Se essa é a única época em que você pode viajar VIAJE! Não adie sua viagem por medo de que o tempo pode mudar. Nós não podemos controlá-lo, então não estrague sua viagem por conta disso. Sempre há um museu, um restaurante, uma cafeteria em que você pode se esconder e acabar se divertindo muito.”

No entanto, lembre-se: Nunca se esconda de baixo de árvore ou objetos de metal durante uma chuva por conta do risco de eletrocutação.

Pôr-do-sol no Sunset Beach Park.
Pôr-do-sol no Sunset Beach Park.

OK. E se chover?

Tá em Vancouver e começou a chover? Ou tá acompanhando a previsão e viu que no período da sua viagem vai chover?

Calma.. tenha um roteiro pronto para esses dias. Vamos te ajudar com algumas sugestões:

  1. Ringues de patinação no gelo indoor: Veja aqui
  2. Museus: além do que sugerimos aqui no post, os top museus de Vancouver são: Vancouver Art Gallery (downtown) Museum of Anthropology (dentro da University of British Columbia), Museum of Vancouver (Kitslano area)
  3. Vancouver lookout: suba, veja o pôr-do-sol e termine a noite jantando em grande estilo no Top of Vancouver restaurante giratório.
  4. Vancouver Aquarium: eles têm 70,000 criaturas marítimas te esperando.
  5. Kids Market em Granville Island: um playground indoor para as crianças se divertirem.
  6. Centros de escalada (climbing centres)
  7.  ou claro.. compras!

Dicas úteis sobre Vancouver

  1. Evite a região intimidante a leste da Main St em downtown. Pela Hasting Street há diversos moradores de rua alguns viciados em droga, é como uma zumbilândia e você não vai querer andar por lá.
  2. Se vai usar o transporte público por mais de 3 vezes no mesmo dia, sugerimos que compre o DayPass que sai por CAD$9,75.

Para os que querem esquiar ou subir na Grouse Mountain de bondinho

Grouse Mountain centro de ski (CAD$58 ticket para esqui sem aluguel de equipamentos)

Para chegar até lá pegue o Seabus até a Lonsdale Quay e depois o ônibus 236(destino Grouse Mtn)

Bon Voyage!

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *