SIMULADOR FINANCEIROOrganize seus gastos de viagem com nosso simulador. É GRATUITO!

Como planejar as férias na Amazônia

Nossa viagem para a Amazônia se iniciou com uma excelente promoção de passagens BH-Manaus por R$450,00 ida e volta, é isso mesmo, depois vai lá e confere as nossas dicas de compras de passagens (ver mais)!!!! O destino estava na nossa wish list de viagens, e um belo dia em novembro resolvemos checar no Decolar, e lá estava o passaporte promocional para entrar 2018 na floresta amazônica.

Assim, como bons planejadores de viagens e com exatos 45 dias da data de embarque seguimos os tradicionais 5 passos para garantir uma viagem inesquecível. Ah, muito importante lembrar que é fundamental definir quanto estamos dispostos a gastar na viagem, para evitarmos “reservas por impulso” que podem comprometer o orçamento familiar no retorno das aventuras. Sempre nos organizamos com o simulador financeiro, que está disponível para download gratuito!!!

Passo 1. Qual região visitar

A região do Amazonas pode ser visitada ao longo de todo o ano, com paisagens belíssimas em todas as estações. Chegamos no dia 31 de dezembro, período em que os rios começam a subir gradativamente com as chuvas, alagando a floresta e exibindo um visual incrível de árvores gigantes já parcialmente submersas!

  • Qual região visitar?

Para a experiência de vivenciar a proximidade com a natureza optamos por nos hospedar no hotel de selva afastado de Manaus, para curtir o silêncio da selva tomado pelo barulho da fauna e da flora. Pesquisamos os hotéis próximos do Rio Juma, que ficam a cerca de 3 horas da capital.

E claro, não poderíamos deixar de conhecer o Parque Nacional de Anavilhanas que forma o segundo maior arquipélago fluvial do mundo. Ficamos na cidade mais próxima do parque, Novo Airão, também muito famosa pelos botos cor-de-rosa. Cidade pequena, rica em artesanato, com estrutura de hospedagem, e que começa a se expandir com mais opções para atender aos turistas. Ah, a única cerveja artesanal do Amazonas é produzida lá, a Sarapó!!!

Como o voo chega e parte de Manaus, aproveitamos a última noite para nos divertir um pouquinho na praça central da capital, pertinho do teatro Amazonas, que tem muitos bares e o famoso restaurante Tambaqui de Banda!!!

Passo 2. Onde se hospedar

A estrutura de hotéis e pousadas é ampla e tem opções para todos os bolsos e perfis de viajantes. As reservas podem ser feitas diretamente nos hotéis, no Booking ou com as agências de turismo. Optamos por fazer as negociações diretamente com os hotéis.

  • Hotel de Selva, Amazon Turtle Lodge

Começamos a busca selecionando seis hotéis de selva próximo da região que escolhemos, Rio Juma, e comparamos avaliações de outros hóspedes, opções de passeios para as 3 noites, fotos recentes das redes Facebook, Instagram, Trip Advisor, bem como a receptividade no contato por telefone para checar os valores. Após as análises escolhemos o pacote Pupunha de 3 noites do Amazon Turtle Lodge, conversamos com o Max Maia, dono e também um dos responsáveis pelas reservas (+55 092 99983-7141), e com o Daniel Barros (+55 092 99136-1370). A Maia Expedições é a empresa de turismo administrada também pelo Max. Valor do pacote: R$3.100 para casal incluindo transfer, pensão completa, e passeios.

E para potencializar as férias explorando a linda região de Anavilhanas escolhemos a Pousada Bela Vista que tem um excelente custo-benefício, vista privilegiada para o Rio Negro, avaliações positivas e estrutura de lazer ideal para relaxar. Entramos em contato diretamente com o Claus (092 99229-6667) dono da pousada, que também cuida das reservas. Valor da diária: R$250 para casal incluindo café da manhã.

Em Manaus, como queríamos ficar próximo do Teatro Amazonas e do Mercado reservamos o Go Inn no Booking.com. Fica a poucos metros da praça central, e apesar de ser localizado no “centrão” da cidade achamos seguro para voltar a pé a noite, pois é bem movimento pelos bares e restaurantes. Valor da diária: R$130 para casal incluindo café da manhã.

Passo 3. O que fazer

Nos hotéis de selva os passeios estão inclusos nos pacotes de hospedagem, variam de acordo com o tempo definido para aproveitar a região. Todos os dias tem passeios programados saindo (9h, 15h e alguns dias 20h), o roteiro de passeios é enviado junto com a confirmação de reserva.

Já os passeios pelos Parques Nacionais de Anavilhanas e do Jáu são mais flexíveis, e podem durar de 1 hora até expedições de 4 dias. São várias atividades exploratórias da região são ricas em cultura, fauna e flora. Os preços variam de R$160,00 a R$3.780 para grupos de até 4 pessoas. Nas 3 noites em Novo Airão fizemos o passeio com 1 dia de duração do Parque de Anavilhanas até a base da ICMBio na entrada do Parque Nacional do Jaú.

  • Botos cor de rosa, os mais famosos no Amazonas

Em sete dias de viagem conseguimos fazer grande parte da vasta lista de passeios que são oferecidos na Amazônia.

  • Observação dos botos
  • Canoagem e stand up
  • Canoa a motor passeando pelos igarapós, a floresta inundada.
  • Caminhada e trilha na selva
  • Focagem noturna
  • Pesca de piranha e pesca esportiva
  • Visitar casas de ribeirinhos.
  • Explorar o Parque Nacional de Anavilhanas
  • Nadar nas praias de rio com areias brancas
  • Apreciar os petróglifos que dão forma ao passado indígena
  • Tomar banho de cachoeira em Anavilhanas
  • Conhecer Airão Velho, o maior povoado do Amazonas na época do ciclo da borracha
  • Conhecer as árvores Samaúma no Parque Nacional do Jaú
  • Encontro das Águas dos rios Negro e Solimões
  • Visitar tribos indígenas
  • Camping na selva
  • Observação de pássaros
  • Visitar a casa dos seringueiros
  • Pernoitar na selva ou dormir nas casas de ribeirinhos no Parque Nacional do Jaú, um dos maiores parques do Brasil e o único segundo a ICMBio que “protege praticamente a totalidade da bacia hidrográfica de um rio de águas pretas, o rio Jaú”. Para o parque tem expedições de até 4 dias.

Os passeios para o Parque Nacional de Anavilhanas e Parque Nacional do Jaú são realizados por empresas da região: Em Cantos da Amazônia, que faz parte da Pousada Bela Vista e pelo Anavilhanas Tur.

Em Manaus, visitamos o Mercado e aproveitamos a tarde para descansar na praça central.

Passo 4. Como chegar

Para os dois destinos partimos de Manaus e fizemos o trajeto em van, kombi, barco, lancha, carro. Uma divertida combinação para entranhar na floresta.

  • Hotel de Selva Amazon Turtle Lodge - Trajeto 1 Transfer em Manaus para Porto

Até o hotel de selva Amazon Turtle Lodge levamos cerca de 3 horas num trajeto repleto de surpresas boas. Todos os custos de transporte também estão inclusos no pacote e são feitos por profissionais experientes do hotel.

  • Trajeto 1. Hotel/Aeroporto Manaus – Porto: a van partiu do hotel e fomos direto para o porto com o Eduardo.
  • trajeto 2. Porto Manaus – Careiro: partimos de barco com o Bosco e levamos cerca de 40 minutos até a cidade de Careiro, com paradas no Encontro das Águas. Tivemos sorte e vimos o boto cinza.
  • Trajeto 3. Careiro – Ramal: quem nos acompanhou foi a Jack, excelente motorista da Kombi que faz o trajeto de 1 hora e meia até o Ramal (locais que tem o “porto” para acesso ao rio). Cerca de 20 km do trajeto ocorre em estrada de terra.
  • Trajeto 4. Ramal – Hotel: fizemos o trajeto de uns 40 minutos de lancha rápida com o Gerson. Apreciando toda a  beleza da floresta inundada. Nossos guias durante a hospedagem foram o Rildo e o Romero.

Para visitar os parques nacionais, o trajeto também se inicia em Manaus e são cerca de 190 km até Novo Airão. Pegamos a rodovia AM 070, que precisa de melhorias (muitos buracos). Optamos pelo táxi lotação que custa R$55/pessoa cada trecho, e lotação de 4 pessoas. O Roney da Associação Jaú Rádio Táxi, muito experiente neste trajeto que nos levou, gostamos tanto que na volta fechamos o táxi privado. Em interesse na contratação do serviço de transfer (R$220,00) deixamos o whatsapp (092 99112-2089), basta ligar com 1 dia de antecedência. Para quem tem mais tempo e quer economizar, tem a opção de ônibus e de barco.

  • Localização dos pontos de táxi lotação: na subida da Ponte Rio Negro, pegamos na Associação Jaú Rádio Táxi (+55 092 99168-0804 ou +55 092  99428-0595). O serviço não é 24 horas, portanto é sempre bom ligar antes. Em Novo Airão, ficam no início da Av. Ajuricaba, principal rua da cidade.

Já em Manaus optamos pelo Uber para o trajeto ida/volta do Aeroporto. Tem que pegar no embarque no segundo andar. Nem adianta pedir informações aos taxistas!!!

Passo 5. O que levar na mala

Esse passo se tornou ainda mais importante depois das novas regras da ANAC de bagagens despachadas. A cada viagem ficamos mais feras em montar a mochila/mala. Desta vez conseguimos levar tudo seguindo as dimensões máximas para bagagem de mão gratuita (55 cm x 35 cm x 25 cm  -> altura x largura x espessura), e peso de 10 kg. Além da mala, embarcamos com uma pequena mochila com as câmeras, que foi nosso item pessoal.

O bacana, é que ficamos também nas regras de peso de bagagem de 10kg para os hotéis de selva. Isso porque grande parte do trajeto é feito de barco, então malas menores são mais fáceis de levar. Mas, não se preocupem se exceder o limite ou levar mais de uma mala, os hotéis tem escritórios em Manaus, e as bagagens podem ser , então bora otimizar a mala!!!

  • Roupas leves: cores claras de tecido com proteção UV, roupa de banho. Camisas de manga longa e calça para os passeios na selva por conta de espinhos e bichos, e shorts e camisetas.
  • Acessórios: capa de chuva, boné/chapéu.
  • Calçados: tênis ou bota para as caminhadas, Crocs, chinelo.
  • Equipamentos: câmeras, carregadores, mochila pequena para levar água e pequeno lanche, sacos a prova d’agua para passeios no rio, lanterna.
  • Documentos: licença de pesca estadual caso opte pelo pescaria embarcada.
  • Vacinas: conferir se a vacina de febre amarela está em dia (recomendável tomar 10 antes da viagem).
  • Repelente: o alergista recomendou a marca Exposis, custa R$40-60, mas vale a pena o investimento. Já testamos no Pantanal e na Amazônia e realmente funciona.
  • Protetor solar: o que mais gostamos é da Neutrogena fator 30-60 que custa cerca de R$50-60.

O resumo de gastos nesta viagem por pessoa fechou em R$3.850 sendo: 55% Hospedagem; 15% alimentação; 12% passagem aérea; 11% passeios e 7% de transporte para deslocamento entre as cidades.

E assim encerramos mais uma viagem incrível! Pelo caminho novos amigos e vontade de voltar!!!

  • Amazon Turtle Lodge - Minas com Europa

Em breve tem posts detalhados desta experiência contando cada dia de passeios e descobertas.

 

 

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *